O desconto é proporcional nos casos de admissão, desligamento e férias.
ComprdministraÇÃO online SEM burocracim todrasil.
Neste caso, o beneficiário poderia ser ressarcido pelo empregador, na folha de pagamento imediata, da parcela correspondente, quando tiver efetuado, por conta própria, a despesa para seu deslocamento.
3 Turma relator juiz convocado Luiz Ronan Neves Koury DJ 27/05/05) Destaque-se, outrossim, que o auxílio-alimentação pago em pecúnia diretamente ao trabalhador ou creditado em conta-corrente, em caráter habitual, integra o salário para todos os fins, ainda que a empresa esteja inscrita no PAT.Para efeito da base de cálculo do desconto de 6, o Parecer Normativo SFT/MT n 15/92, esclareceu que toma-se como o seu salário inteiro e não apenas os dias úteis do mês calendário.Vale-transporte: entenda o que diz a legislação.Mas essa Súmula 241 do TST tem sido aplicada aos casos em que inexiste filiação do empregador frases para status que ganham muitas curtidas ao PAT e quando não há norma coletiva dispondo que a ajuda alimentação tem natureza indenizatória, consoante se vê do seguinte julgado proferido pela 1 Turma do Tribunal.No entanto, uma vez concedido pelo empregador e quando não descontada nenhuma porcentagem do trabalhador, o benefício passa a ter natureza salarial, sendo incorporado ao salário para todos os efeitos legais, ou seja, refletindo no pagamento das obrigações tributárias (inss, fgts etc) e das verbas.Vale lembrar que a lei não estipula um valor mínimo de desconto do salário do trabalhador, apenas um valor máximo (teto que não pode ultrapassar os 20 do salário.Observe que a lei estabelece que o vale-transporte deve ser usado exclusivamente para este fim.Basta a empresa cadastrar um usuário e uma senha aqui para começar a utilizar.Falta Grave, o beneficiário que se utilizar de declaração falsa ou usar indevidamente o Vale-Transporte estará sujeito a demissão por justa causa, uma vez que constitui falta grave.1 do Decreto.247/87.Nossa equipe de logística separa os pedidos em envelopes por usuário, eliminando qualquer risco no processo de compra, manuseio e distribuição dos cartões ou vales em papel.O empregado para passar a receber o Vale-Transporte deverá informar ao empregador, por escrito: - seu endereço residencial; - os serviços e meios de transporte mais adequados ao seu deslocamento residência-trabalho e vice-versa.Artigos relacionados, vale-transporte: como calcular o desconto na folha de pagamento?O empregador que proporcionar, por meios próprios ou contratados, em veículos adequados ao transporte coletivo, o deslocamento, residência-trabalho e vice-versa, de seus trabalhadores, está desobrigado do Vale-Transporte.Prazos diferenciados para entregiberaÇÃO DOS CRÉditos.
Sim, o Vale-transporte é um benefício assegurado por lei e deve ser fornecido a todos os trabalhadores.




Entretanto, este dispositivo foi revogado pela MP 283, publicada no Diário Oficial da União.não terá direito ao vale-transporte referente ao período do não comparecimento.Portanto, se a empresa está inscrita no Programa de Alimentação do Trabalhador e observa suas diretrizes, pouco importa se fornece a alimentação de forma onerosa ou não ao trabalhador.Quando a adesão do empregador ao PAT é posterior à concessão da ajuda alimentação, essa adesão não altera o caráter salarial da verba, conforme se vê do seguinte julgado: Auxílio-alimentação.Há 20 anos a VB realiza a compra e distribuição dos Vale-Transporte dos colaboradores de empresas de todos os portes e segmentos com excelência e intermediando o relacionamento em mais.200 emissores no Brasil tanto para os vales em papel quanto em cartão.Por isso, mesmo quando o desconto é "simbólico o benefício deixa de ser incorporado ao salário do trabalhador para efeitos legais.".Portanto, continua proibido substituir o Vale-Transporte por antecipação em dinheiro ou qualquer outra forma de pagamento, exceto se houver falta ou insuficiência de estoque de Vale-Transporte (dos fornecedores necessário ao atendimento da demanda e ao funcionamento do sistema.Servidores PÚblicos estaduaiunicipais, pela leitura da Lei e da regulamentação, conclui-se que os servidores públicos estaduais e municipais não têm o direito ao benefício do Vale-Transporte, salvo se a respectiva Constituição, Lei ou norma estadual ou dispositivo municipal assim o conceder.A concessão deste benefício autoriza o empregador a descontar, mensalmente, o equivalente a 6 do salário básico do beneficiário.Praticidade e pontualidade: a VB faz todo o trabalho de economia em poucas horas.Entendemos, entretanto, que esse posicionamento do TST não se coaduna com o fim social pelo qual o PAT foi instituído, pois o que importa verificar é se a empresa, que fornece alimentação in natura ao trabalhador, atende ou não às exigências materiais da regulamentação.
Vantagens DA aquisiÇÃO DO VB transporte.
O enfoque da questão, no acórdão regional, considerando a não inscrição do empregador no PAT e a inexistência de previsão em instrumento coletivo, antes de setembro de 1994, converge para o entendimento consubstanciado no Enunciado 241, TST, verbis.



O empregado doméstico tem direito ao vale-transporte?
Comprovação da Compra A venda de Vale-Transporte será comprovada mediante recibo seqüencialmente numerado, emitido pela vendedora em duas vias, uma das quais ficará com a compradora, contendo: - o período a que se referem; - a quantidade de Vale-Transporte vendida e de beneficiários a quem.
Recurso de Revista conhecido e desprovido".

[L_RANDNUM-10-999]