Do STJ de,.
A) e b).Eu no seu lugar terminaria meu casamento por pensar que cupom de desconto extra 2018 dezembro já chegou a um ponto em que eu não teria outra escolha, visto que EU no seu lugar não abortaria a criança, não só porque amo o pai dela, como também porque sou absolutamente contra.Perguntei-lhe o que se passara.Entendo que sempre rola um comodismo e um medo de terminar um relacionamento que durou longos anos, ainda mais quando têm filhos na jogada, porém, o que será que falta para você se tocar que você está levando anos da sua vida no medo.Você tá que nem cego em tiroteio indo de um lado para o outro e motivada apenas pelo medo de perder algo que nem é tão grande coisa assim (o marido que você nem ama, etc).Como se viu, a recorrente fundamenta o seu pedido.Pare de enrolar e dê logo um jeito na sua vida.Assim, ao abrigo do disposto no art.2 do actual artigo 451 deve agora ser entendido, "mutatis mutandis".Foi ouvida no julgamento (fls.87).S1.2.2009 (proferido no processo n 09P1019 de (proferido no processo n 08P1311 de (proferido no processo n 08P3543.9.2008 (proferido no processo n 08P1617.4.2008 (proferido no processo n 07P4840) e.4.2008 (proferido no processo n 08P422).Primeiro de tudo, você tem que tomar uma decisão baseada no que é certo, não nos seus medos.Tentou vender a sua sobrinha.".2.Refere inclusive que o Inspector II, e outros, lhe bateram, para que ele dissesse o que eles queriam.
D) e ns 2 a 4, 450 n.




Vá ter seu filho, fique solteira e se seu amante também não te aceitar, problema é dele.Só que termine logo, antes que a barriga comece a crescer demais!Foi ouvida no julgamento (fls.92).Que eu ia receber uma ajuda financeira para poder criar bem os meus dois filhos mais novos (FF e GG).SE isso acontecer, você não estará mais com ele, então será bem menos pior do que ele ter descoberto com você debaixo do teto dele, concorda?Daí engravida, aí o seu amante apoia caso você decida abortar, daí você tem medo do julgamento da família, só que nunca pensa nos seus atos entende?Ah Luiza, mas mesmo se eu terminar antes da barriga crescer, meu marido pode fazer os cálculos e ver que eu já estava grávida antes de terminar.Fora a criança que está para nascer, acredito que o seu marido também não merece ficar com uma mulher que ama outro, e nem você merece ficar com um homem que você não ama!E se essa limpeza foi feita antes ou depois da chegada do padrasto.Apesar da recorrente invocar o fundamento.2) A descoberta DE novos factos OU meios DE prova.
É claro que fácil não será, mas acho que mais difícil ainda seria se você abortasse essa criança e tivesse que conviver com isso um marido que você não gosta, entende?
Que ele deu-lhe uma estalada.



A única coisa que concordo contigo, é a ideia de não contar para o seu marido que você tem um amante, muito menos que está grávida dele.
S 449.є,.є 1,.

[L_RANDNUM-10-999]